CID* bonito

por Marina Galhardi

Resultado de imagem para batman robin

Acharam um corpo. E uma cabeça. Eram um do outro e outro do um. Eu soube, não sem pesar e certa perturbação, mas guardei ali no fundo, onde guardo os sentimentos que ainda não tive capacidade de assimilar.

Aí ela veio. “Acho que estou ficando louca, doutora”

Silencio.

“Estou ouvindo vozes, fico achando que estão me perseguindo, que vão me pegar. Não consigo dormir, são muitos pesadelos.”

“Certo.” balanço a cabeça para que continue

“Choro muito, o tempo todo, muito nervosa, estou com medo”

Silencio.

“Ai ainda tem a minha bebê né, a senhora sabe, eu preciso cuidar dela, está difícil, acho que estou com depressão pós-parto”

Olha, até não era uma opção ruim.

“E tem algum outro motivo para que isso possa estar acontecendo?”

“É, acho que tem sim. Estão me ameaçando. Porque sabe aquele corpo que encontraram? Eu estava nessa festa e… (soluços) agora eles estão me ameaçando…você sabe, se eu falar eles vêm atrás de mim. Mas se eu for chamada para depor, eu não vou conseguir… eu sei que não vou conseguir mentir (mais muitos soluços)”

Respiro fundo. Apavoro-me mais do que ela, mas não parece. Onde foi em tudo o que eu estudei que estava escrito o que fazer nessa situação? Busco qualquer brecha de luz.

“Entendo. E o que você tem pensado como solução?”

“Eu não sei, eu não posso ser chamada doutora, eu não posso, eu estou com muito medo, não paro de pensar nisso um instante”

“Sim. Por isso os pesadelos e a sensação de estar sendo perseguida, o choro, acho que é esperado por tudo isso que está passando”

“É, deve ser. E ainda tem a bebê tão pequena. Estamos vendo se consigo sair dali, ir para outro lugar, mas está difícil. Eu queria um papel, alguma coisa que dissesse que eu não posso depor porque estou com depressão”

“Pois é, mas veja bem, eu não posso escrever um papel dizendo que você não pode depor, está além do meu poder”

Idas e vindas na conversa, planos mirabolantes de fuga. Nenhuma outra solução. Faço um papel atestando um CID bonito, bem escolhido: depressão pós-parto. Isso pode me complicar, e feio. Mas CID para ameaçada-de-morte-se-contar-o-que-sabe? Não tem. Proteção à testemunha? Não tem. Estávamos ela e eu num barco a deriva sem remos ou vela prestes a afundar. Iríamos juntas.

“Muito muito obrigada doutora” meio sorriso e lágrimas.

A menina, cujo pré-natal eu que fiz, já tem dois anos, é grande e esperta. Encontrei ela ontem mesmo no portão da sua casa. Moram ainda no mesmo lugar, mãe e pai estão ali a zelar por ela. A polícia não chamou e tudo por isso ficou, e a gente seguiu, aqui e ali, com resfriados e diarréias.

*CID: código internacional de doenças – tabela que codifica com letras e números as doenças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s